Pesquisar este blog

1.4.09

CAJU TÁ FALANDO POR MIM

Isso só é um monte de coisas que não foram ditas por mim, mas deveriam ter sido...
Cazuza me roubou...nasceu antes de mim, mas eu espertamente me aproveito das palavras dele pra dizer o que preciso, ele é meu remádio antimonotonia...


______________________________________________________________________________

Hoje eu acordei com sono e sem vontade de acordar...
Acho que pra mudar alguma coisa, tenho que gritar, me drogar, ir pra rua, enfrentar minha própria fraqueza.
E eu já estou cansada de não gostar de mim.
Meu Deus, como a vida é amarga e doce como chocolate!

Eu me sinto tão usada e louca aqui, acendendo um cigarro atrás do outro,querendo mais velocidade e várias coisas ao mesmo tempo.Não quero esse bonde lento da minha vida.

Não sei esperar, não sei esperar e a minha vida é um engarrafamento... Uma maldição desabou sobre mim e ninguém entende o que eu falo, ninguém quer saber o que eu sinto. E eu fico aqui que nem um bicho acoado por um inimigo imaginário,sentindo que to no mundo e perdendo a viagem.

Vou ter um ataque de nervos!!!

Meu mal é gostar de pessoas que não entendem nada de amor, a turma da Baixada fala que eu sou durona,mas eu só marco touca é com o coração...

Me pergunto como pode alguém ser tão demente, porra louca
inconsequente e ainda amar?

To perdida em viagens tão óbvias e loucuras tão sóbrias
de um iniciante... Viagens, viagens mas existem também drogas pra dormir e alimentar sonhos de amor suicida.

Tenho um coração dependente,viciado em amar errado. Hoje vou assumi em público minha doença :mereço ganhar pra ser
carente profissional. To com medo de fazer análise e perder inspiração.
Mas pra que querer ensinar a vida?

Se você quer saber como eu me sinto vá a um laboratório ou um labirinto vou aprender a prender o choro e aguar o “bom” do amor.
Aprender que que o banheiro é a igreja de todos os bêbados.E aí meu coração vai filtrar todo o ódio como um fígado, e vencer o tédio,aprender a guardar a surpresa espiritual "Nas grandes noites de grandes invernos".
Tenho esperança mas às vezes cansa, vou acrescentar pequenos momentos de silêncio ao meu discurso, sem radicalismo nós somos veneno e a nossa vida só vale um minuto.
Achei o grande culpado desse meu viver destrambelhado: eu sei que amar é Abanar o rabo, lamber, latir e dar a pata.
Do joelho até o umbigo.Tudo é perigo.

Meu crime é um crime comum, quero amar alguém sem delirar de novo e parar de criar minha culpa de estimação.
Quem tem um sonho não dança,mas eu perdi meu sonho pelas ruas. Porque não sei mais pra onde ir, porque a minha vida virou uma roda gigante depressão.

Entrei numa fase estranha não reviro cores,não explodo a luz
Estou sentada esperando.Alegre por ser rainha e não ter que governar a vida.

Importante é ser largada no mundo, importante se ir ao inferno
Ficar uma semana...Fazer Check-up sentimental.
Olhar freiras lésbicas assassinas e fadas sensuais que me vigiam do décimo andar.
Descobri que tudo o que eu falo é piração, é bobagem que pra mim
qualquer viagem é viagem.
E aí me guio sem razão a casa de um homem ao coração de uma mulher...
E jogo mal. Não sei jogar. Não sei fingir. Sou poeta. Sou o atleta da dor. Mas ninguém está pronto a dizer: "Sou um fracassado”.
Então vou encarando meus medos,mesmo eu tendo sido tão ansiosa e triste.
Quando eu estiver velha, tarada e gagá, com um copinho de cana eu vou lembrar que todo mundo tem um ponto fraco e que as verdades da vida são sempre ditas na cama.
E na cama eu sempre digo que não tenho tempo pra sentir as dores de ninguém. As minhas eu já não agüento.
Se saem de perto, eu penso em suicídio
Mas no fundo eu nem ligo. Eu quero alguém que me dê um cigarro,
quero alguém que puxe o meu saco,mesmo que eu tenha que fazer promessas curtas como um sonho bom.
Eu tento mudar, eu tento provar que me importo com os outros
Mas é tudo mentira, ainda mais hoje que estou meio imprecisa, longe... e me doem entranhas, braço e cabeça...

7 comentários:

Adler disse...

Acredito que isso seja uma fase.. Logo, logo isso passa... e aí vc percebe as coisas boas as ruins desse turbilhão de hormonios sentimentais que insistem a vagar na mente... Como disse .. é bom que vc seja sempre sincera com vc.. mesmo que pros outros não... Fico feliz que esteja AMADURECENDO!!! Bem vinda a Joviandande... Em Breve a Velhice rsrsrsrsrs bjaum....

romulo disse...

sodré nem tenho muito a dizer, até por que tudo que eu tinha pra dizer eu disse (alias fui obrigado a dizer)na aula de linguistica a cerca de 3 horas atras rsrsr! enfim neguinha vc como sempre me faz viajar nas suas viagens...adoroooo o seu blog e tudo que vc escreve , eu ando meio loko com algumas ideias fixas de pessoas vindo e indo enfim caso vc vá ao ló, gostaria q me desse autorização e direitos sobre tudo que escreve. tenho certeza que venderei horrores e vc sera mais uma heroína da literatura uhauah! enfim acho q tô ficando meio tonto de sono e falando besteiras ( ah prometo dar parte da grana dos livros q lançar pra sua avó)rsrs enfim adoreiiii tudooo! beijos e me mande sempre oque postar. fuiiiix

M. Fernanda disse...

Cazuza sempre falou demais.

camila disse...

é impressionante como o "caju" fala por nós neh jéh!? shuahsuhauhsuha...ele era d mais...
amei seu blog... big beijos

Arlequim disse...

Me pergunto como pode alguém ser tão demente, porra louca
inconsequente e ainda amar?

O espelho nunca me respondeu..

L&L-Arte de pensar e expressar disse...

AGRADESCO POR TER VISITADO MEU BLOG E GOSTADO VOLTE SEMPRE EU TAMBEM SEMPE ESTAEI POR AQUI

Fernanda! disse...

Para tudo!!

Essa é minha!!

"Me pergunto como pode alguém ser tão demente, porra louca
inconsequente e ainda amar?"

Bjos JeH!

Seguidores

Selinhos

Selinhos

Quem já passou

 
2011 Template Gorjuss Slide / Elke di Barros / Templates e Acessórios